Recados

3 - Jesus é a consistência do amor de Deus

O amor de Deus tem um rosto: Jesus de Nazaré.

 

Jo 14,7 Quem me vê, vê o Pai.

 

Hb 1,3 O Filho é a irradiação da sua glória e nele Deus se expressou tal como é em si mesmo.

 

Mas Jesus também nos revelou em que consiste este Amor:

 

1Jo 4,10 O amor consiste no seguinte: Não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou, e nos enviou o seu Filho como vítima expiatória por nossos pecados.

 

Portanto, em Jesus de Nazaré, enraizados e alicerçados no seu amor, nós compreendemos qual é a largura e o comprimento, a altura e a profundidade do amor de Deus (Ef 3,17).

 

- O amor de Deus é salvífico

 

Jesus não é Satanás, aquele que acusa e condena. Jesus é o Salvador!

 

“Pois Deus amou de tal forma o mundo, que entregou o seu Filho único, para que todo o que nele acredita não morra, mas tenha a vida eterna. De fato, Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, e sim para que o mundo seja salvo por meio dele” (Jo 3,16-17).

 

- O amor de Deus é incondicional

 

O amor de Deus não impõe condições para nos amar, não nos ama só quando o amamos, não espera que o amemos por primeiro para só depois nos amar.

 

Deus não nos ama só quando somos “bonzinhos”. Deus não exige nada para nos amar. Deus nos ama gratuitamente do jeito que somos. Deus nos ama incondicionalmente.

 

“Deus demonstrou o seu amor para conosco pelo fato de Cristo ter morrido por nós quando ainda éramos pecadores” (Rm 5,8).

 

- O amor de Deus é misericordioso

 

Ele se compadece das nossas misérias e por isso vem ao nosso encontro, não para condenar, mas para salvar.

 

“Deus de ternura e compaixão, lento para a cólera e rico em amor e fidelidade” (Ex 34,6).

 

- O amor de Deus é pessoal

 

Deus ama a cada um como se fosse seu filho único e chama pelo nome. É a nossa companhia nas estradas da vida. Somos preciosos aos seus olhos.

 

“Não tenha medo, porque eu o redimi e o chamei pelo nome; você é meu. Quando você atravessar a água, eu estarei com você e os rios não o afogarão; quando você passar pelo fogo, não se queimará e a chama não o alcançará, pois eu sou Javé seu Deus, o Santo de Israel, o seu Salvador. Você é precioso para mim, é digno de estima e eu o amo; dou homens em troca de você, e povos em troca de sua vida. Não tenha medo, pois eu estou com você!” (Is 43,2-5)

 

- O amor de Deus é eterno

 

Nada poderá impedir Deus de nos amar, nem mesmo os nossos pecados. Deus não só ama. Ele é amor. O Amor só sabe amar! Por isso, Ele nunca nos abandonará.

 

“Os montes podem mudar de lugar e as colinas podem abalar-se, mas o meu amor não mudará” (Is 54,10).

 

“Pode a mãe se esquecer do seu neném, pode ela deixar de ter amor pelo filho de suas entranhas? Ainda que ela se esqueça, eu não me esquecerei de você. Veja! Eu tatuei você na palma da minha mão” (Is 49,15-16).

 

- O amor de Deus é a nossa esperança

 

O amor de Deus é a nossa esperança, a nossa força e a nossa proteção. Ele é a nossa vitória!

 

“Se Deus está em nosso favor, quem estará contra nós? Nada poderá nos separar do amor de Deus, manifestado em Jesus Cristo. Nem a tribulação, nem a angústia, nem a fome, nem a morte, nem os principados. Em todas essas coisas somos mais que vencedores por meio daquele que nos amou!” (Rm 8,3s)

 

MOPD Isaías 43,1-7